Recorde do teu Verdadeiro Ser!

REVELAÇÕES – DESPERTANDO NA UNIDADE

http://revolucaodosindigos.files.wordpress.com/2011/03/amor-planetario.jpg?w=570&h=413

https://heiwaki.files.wordpress.com/2012/02/elevac3a7c3a3oespiritual2.jpg?w=373

2012 – Mensagem dos Anciãos (Maias) / Message of The Elders (Legendado PT)

https://i0.wp.com/www.curaeascensao.com.br/mensagens_arquivos/img/reuniao.gif

Da autoria do movimento “Choice Point”, “2012 – Mensagem dos Anciãos” alerta para a possibilidade de grandes alterações do campo magnético da Terra provocadas pela acção da nossa estrela, o Sol.

Relaciona também estes acontecimentos com a civilização Maia sugerindo-nos o que devemos fazer segundo estes, durante as eventuais grandes mudanças que se aproximam. A mensagem dos Maias é transmitida por Drunvalo Melchizedec.

“Não há tempo para ser complacente. Desprenda-se do velho mundo e abrace o novo.”
“SEJA A MUDANÇA” – Junte-se à comunidade “Choice Point” no facebook em

https://www.facebook.com/choicepointbethechange

Veja aqui também:

2012 – Uma Mensagem de Esperança
http://www.youtube.com/watch?v=fC0YEbdLnRI

2012 – Começou a Revolução
http://www.youtube.com/watch?v=qlSCL9Am41Y

2012 – Colapso Económico
http://www.youtube.com/watch?v=0q7IcZcEz_A

 

https://i1.wp.com/www.sunnet.com.br/informes/imagens/bebe-terra.jpg

Revelações – Despertando na Unidade

Transcrição em português
Site Oficial:

www.AwakeningAsOne.com

Link do vídeo legendado em PT-BR:

http://youtu.be/f2qfE4HTLsw

 

 

 

A nossa humilde opinião:

As opiniões expressas aqui são aquelas dos escritores, que humildemente incitam a
todos os espectadores a procurarem o seu próprio entendimento da verdade.

Visitem AwakeningAsOne.com e vejam na seção intitulada “The Signs” para links
sobre o material de pesquisa.

Chegou o momento.

A nossa Evolução começou.

A Humanidade e a Terra.

Por tempos imemoriais estivemos juntos em espiral através do cosmos, nas nossas
inseparáveis jornadas de crescimento e expansão.
E agora que nos aproximamos da conclusão de outro grande ciclo, no virar de uma Era,
enquanto a “aceleração” se intensifica, tudo o que antes “conhecíamos” coloca-se em
questão, a humanidade começa a sua entrada no tempo das “Revelações”.
Pois nós vivemos num período de tremenda mudança, onde as “verdades” da
humanidade estão a mudar, com uma rapidez exponencial, quando as mais avançadas
tecnologias de hoje, e a consciência, estão a trabalhar para revelar as novas “verdades”
de amanhã.
E justamente, quando as perspectivas daqueles que nasceram há 50 ou 100 anos atrás
tiveram que mudar para permitir a presente versão da realidade, para que então, sejamos
convidados a expandir as nossas perspectivas “do que é possível”, para permitir as
incomensuráveis mudanças que virão com a Mudança da Era e o nascimento de um
Novo Mundo.
Esta é a nossa intenção com esta apresentação, e não dizer-lhes “como são as coisas”,
pois nós, como seres não-iluminados, somos incapazes de saber as Verdades que nos
esperam além da nossa limitada perspectiva dualista.
Como tal, cientes das nossas limitações, é a nossa intenção aqui meramente apresentar
algumas visões que talvez sirvam para expandir a perspectiva das pessoas, e criar
espaço para novas possibilidades do que PODERÍAMOS ser.
Pois nestes tempos de mudança, “saber” alguma coisa é bloquear o potencial para novas
percepções, da mesma forma que o copo já cheio não permitirá mais vinho; E
agarrando-nos apenas às nossas perspectivas limitadas da Verdade, Espiritualidade, e de
Serviço, nos privará de ver a aurora da luz do Novo Mundo, que está atualmente para lá
da nossa compreensão.
Dito isto, as perspectivas apresentadas aqui não são variações da imaginação, mas
cuidadosamente compiladas através de uma meticulosa pesquisa e reflexão sobre o
Gnosticismo antigo e textos Taoístas, bem como a análise de eventos atuais e tendências
reconhecidas no teatro global.
Nós dissemos anteriormente que “Chegou o Momento” e que “A Revolução chegou”.
E agora, com a passagem do tempo e a vontade de aprender, estamos à luz da nossa
consciência expandida para ver que a Terra não necessita de uma Revolução por parte
da Humanidade, em vez disso, ela é amorosa pedindo nossa Evolução(*); uma
evolução que espera por todos aqueles que estão dispostos à humildade e a “deixar ir”
tudo o que sabem.
Pois só ao “deixar para trás” se pode tornar “aberto como uma criança” e receber a
Graça das Revelações que alterarão o mundo.
* …”she is loving urging our Evolution”
O perigo da Dualidade.
Tal Revelação talvez virá ao considerar os sutis perigos da dualidade que prevalecem
dentro dos crescentes movimentos populares para a Espiritualidade tal como as suas
tradicionais instituições religiosas.
A única finalidade da vida Humana é ascender; para alcançar a libertação da matéria, da
ignorância, do sofrimento e da roda do nascimento e da morte.
Ainda hoje, a maioria da humanidade é afastada da libertação, pois está ligada à “ilusão
da separação”, que se impôs firmemente como um paradigma aqui na Terra.
Em todo o momento, esta ilusão é refletida de volta para nós na forma de vários pares
de opostos que também parecem estar separados um do outro, tal como: o bem e o mal;
certo e errado; amigo e adversário.
No entanto, a cada momento que nos investimos nesta ilusão de dualidade, ao escolher
um destes opostos sobre o outro, servimos para reforçar e, assim, perpetuar o mundo de
separação em que nascemos.
E enquanto continuamos a alimentar esta existência dualista nunca seremos capazes de
transcendê-la.
Pois neste mundo de dualidade, a verdade de que “Energia Segue o Pensamento”
assegura que “bondade” e “maldade” se mantenham vivos um ao outro.
Isto acontece porque, cada vez que escolhemos um lado numa questão, um aspecto é
reforçado pela nossa atração por ele, enquanto o outro é fortalecido pela nossa aversão.
Por isso ao escolher um dos lados, que numa percepção não iluminada pode parecer que
apenas fortalece um aspecto duma questão, de fato, fortalece ambas.
E assim, poderemos ver o verdadeiro e predominante perigo no crescente movimento
espiritual de hoje e nas tradições religiosas onde muitas pessoas bem intencionadas
estão focadas em fazer o “bem” no mundo e a oferecer os seus serviços a outros.
No entanto, ao fazê-lo, muitos estão invocando o sentido do EGO de fazer “bem”, e,
simultaneamente, percebendo que outros estão fazendo “mal”; o que então abastece a
ilusão dualista e indiretamente desperta o mal.
Por isto o Buddha ensina aos seus discípulos a caminharem no Caminho do Meio entre
todos os pares de opostos, e o porquê do iniciado Paulo escrever no Novo Testamento:
“Cada vez que tento fazer bem, acabo por fazer mal”.
Serviço aos outros pode ser uma armadilha dualista para mentes humanas limitadas.
É uma das armadilhas mais difíceis de reconhecer porque parece tão sensatamente
amorosa e altruísta.
Contudo, a Divindade não serve aos outros na maneira muito pessoal que a humanidade
pensa; a Divindade, assim que contatada, irradia em todas as direções, abençoando
TODOS de modo idêntico, pois TODOS somos Um.
E aqui se pode perceber que o verdadeiro e eficaz serviço espiritual, é a manifestação
natural de Amor e Sabedoria do coração e mente divinos, alinhados. Não é algo que
pode ser planejado ou conquistado pela Vontade Pessoal, é antes, um Estado de Graça
onde TUDO tem um propósito e um espaço pelo qual podemos nos sentir agradecidos e
sermos amados.
Assim, é através desta conscientização de que TODA a noção mundial de “bem” e
“mal” está a servir o Divino, proporcionando a oportunidade de procurar e encontrar a
Verdade; que podemos reconhecer que somos verdadeiramente Um.
E é esta visão unificada de existência que o bodhisattva Issa incitava aos seus discípulos
a procurar quando disse: “se a alma é única, todo o corpo se recheia de luz”.
Procura e encontrarás.
Por todo o mundo existem vários grupos e gurus dentro da ascensão do movimento
espiritual que estão a testemunhar que nesta mudança de tempos “tudo o que precisamos
é amor”.
Embora isto seja sabido e verdadeiro, o problema levanta-se quando esta mensagem é
entregue a uma população, cuja compreensão de amor não está esclarecida, e, por isso,
dualista, auto-centrada e muitas vezes sentimental.
Hoje em dia, há muitas pessoas bem intencionadas e organizações em existência onde
pessoas se sentam e tentam enviar pensamentos de amor e energias para elevar a espécie
humana, para protegê-la de males, e pôr fim a guerras para entrar numa era de “paz na
Terra” e até para contornar as próximas, E NECESSÁRIAS, convulsões geológicas.
Mas na realidade, o amor humano nunca libertou o mundo nem nunca poderá, pois
apenas o Amor Divino é capaz de dar libertação.
A vasta maioria da Nova Era e tão aclamados ensinamentos espirituais, canalizações e
meditações, encorajam as pessoas a utilizar a sua Vontade Pessoal a criar uma mudança
interior e para eles próprios, e, às vezes, para o mundo também.
O seu foco está na transformação pessoal, como em: “criar a sua própria realidade”.
Mas ao encorajar as pessoas a focarem-se nelas próprias e no mundo, e a utilizarem a
sua Vontade Pessoal a apoiar o que gostam, e a mudar o que não gostam, estes grupos e
professores apenas servem para aumentar a ilusão da dualidade.
De fato, estes praticantes de espiritualidade e supostos mestres estão atualmente
participando em algo ainda mais prejudicial do que aqueles que estão ocultamente
inconscientes.
Pois ao incitar as pessoas a polarizarem-se em massa, em direção à “paz, bondade, luz,
amor” estes grupos bem intencionados, mas mal guiados, estão na verdade
sinergicamente reforçando e fortalecendo a violência, o mal, a escuridão e o ódio no
lado oposto do espectro, a um nível global; exacerbando, assim, involuntariamente a já
caótica e desesperada condição deste planeta.
Assim, podemos ver como a “estrada para o inferno está pavimentada de boas
intenções”, à medida que estas pessoas bem-intencionadas estão a extraviar as massas e,
consequentemente, a atrair mais karma para eles próprios, encorajando outros, que vão
atraindo para as suas causas, a fazer o mesmo.
Tais grupos estão a conseguir que o pêndulo da ilusão polarizada, balance mais e mais
drasticamente de um lado para o outro, produzindo, efetivamente, mais e mais poder,
ímpeto e tensão dualísticos no mundo.
Tudo isso está a acelerar o nosso planeta para os eventos cataclísmicos que resultarão,
enquanto que no mundo as pessoas se alinham às forças crescentes da “luz” e “sombra”,
preparando-se para se manifestarem e até lutarem para persuadir outros a viver segundo
o que eles acreditam ser certo.
Fomos avisados que nestes tempos de mudança, “muitos falsos profetas irão surgir e
enganar muita gente”.
E, assim, considerando a tremenda confusão vinda de dentro dos movimentos espirituais
e da Nova Era, e dos seus líderes, diríamos que, nestes tempos de mudança antes de
procurarmos no exterior por direções, seria de avisar, para olhar primeiro para dentro e
procurar as verdades que irão preservá-los de serem tão facilmente enganados.
Porque há Uma Missão para cada forma de vida; um único objetivo e propósito.
Que é Procurar a Verdade e ser Livre.
Assim, é através da humildade e da altruísta procura da verdade que se pode abrir o
coração para a Vida Una, em TUDO, e assim, ficar livre da ilusão da separação, bem
como à ligação egóica do que é “certo” ou “errado” no mundo.
Liberto de tais ligações, fica-se liberto do desejo de mudar o mundo de acordo com a
sua Vontade Própria, pois verão que tudo é perfeito como está, como nas palavras do
sábio taoísta Lao Tsu, que disse: “O mundo é sagrado. Não pode ser melhorado.”
Assim, é com este entendimento, que se aprende a renunciar “a minha vontade”, pela
“Sua Vontade” – que é a Vontade Divina.
E é com esse enfoque prudente que se começa o processo de ser iniciado para a
verdadeira espiritualidade, para assim tornar-se tanto o destinatário como um servo da
Verdade libertadora.
Pois é o nosso egoísmo e o nosso ignorante uso do Livre Arbítrio que, coletivamente,
nos trouxe ao nosso presente estado de existência.
Por isso, talvez, só com uma volta de 180 graus através do altruísmo, através da entrega
total e absoluta de nós próprios e da nossa Vontade Própria, à Vontade Divina de Tao,
que permitiremos que as forças da verdadeira Mudança e Redenção trabalhem em nós, e
nos libertem completamente da ilusão profana do mundo.
E é essencial considerar que um dos grandes obstáculos – senão O Grande obstáculo –
que barra o caminho do real desenvolvimento espiritual e da realização é uma ausência
de humildade, e uma admissão honesta de quão pouco, o ser, verdadeiramente sabe da
Vida Superior, do seu propósito, do seu objetivo e do resultado inevitável para o fim
deste grande ciclo mundial.
Considerem também que qualquer pensamento de “Eu sou um professor”, ou “Eu posso
curar os outros”, ou “Eu conheço o caminho para casa, e posso, por isso, guiar os
outros”, de fato, impede que o Espírito Divino trabalhe em nós.
Porque “Eu” NÃO é o Espírito Divino, quando muito, é um veículo temporal e agente
da Vida Una, como são todas as entidades separatistas.
Na melhor das hipóteses, só podemos oferecer aos outros, uma versão muito distorcida
da Verdade. E é por isso que tem sido dito que todos os que desejam voltar para a
Verdade e assim, participar novamente da Liberdade original, deve primeiro tornar-se
como uma criança, humilde e vazia de egos, pois é somente no estado de abertura
infantil que podemos ser preenchidos com a luz viva da Verdade.
E porque um copo vazio não contém nada, não pode, portanto, proclamar que sabe
alguma coisa, pois todo o Conhecimento vem do Divino.
Assim, permitir que a luz da Verdade entre no copo vazio de alguém, é tornar-se
consciente da Vontade Divina, e é assim que o chamamento para ajudar na manifestação
do Plano Divino, nestes tempos importantes no Planeta, é registrado pelo Procurador, e
consagrado o serviço a esse Plano que, então, se torna natural e espontâneo.
Este é o começo da Liberdade, e o que procura a verdade é iniciado nos mistérios da
vida e é-lhe dada progressivamente mais responsabilidade espiritual.
E é no receber e oferecer o que se recebeu, que nos tornamos o humilde servo do Todo,
seguindo em frente não pelos esforços da vontade própria mas pela Providência da
Graça Divina.
O Tempo de Mudança.
Para muitos que estão a pressentir “A Aceleração” hoje na Terra, começa a ficar claro
que duas perspectivas mundiais estão agora a ascender em contraste um do outro;
e esta inevitável divisão, que sempre aconteceu, e sempre acontecerá, no ciclo da
evolução humana, foi nomeada pelos profetas “O Tempo da Grande Separação”, ou “O
Tempo de Mudança”.
Este “Tempo de Mudança” inclui não só a divisão das almas, mas de toda a vida, e toda
a energia da Terra em dois campos de vibração. E para aqueles que estão a despertar
para esta realidade, começa a tornar-se óbvio que a humanidade deve, muito em breve,
ser obrigado a fazer uma escolha distinta da perspectiva que escolhemos abraçar.
Porque hoje chegamos ao cruzamento e ao tempo de acerto de contas, e a escolha que
resta à humanidade é:
“Será que vamos continuar a viver e a exaltar o EU, e, portanto, ligar-nos à ilusão deste
mundo de separação e dualidade? Ou vamos optar por passar para o Novo Mundo e as
suas lições, entregando-nos ao serviço da Vontade Divina e ao despertar da nossa
Unidade e igualdade com TUDO?”
Embora a nossa Antiga programação e percepção dualista desta divisão farão com que
muitos percebam isso como a separação do “bem” e do “mal” ou “céu” e “inferno”, é
mais correto considerar isto como uma oportunidade; onde os que tiveram suficientes
aprendizagens optam por se libertarem da ligação ao mundo dualista atual; e aqueles
que desejam continuar a explorar as aprendizagens do Eu, do material, e a luta de
opostos são livres para fazê-lo até ao momento em que desejam explorar as lições de
uma outra realidade.
Daí que a sugestão desta divisão não pretende trazer medo ou orgulho, pois é uma
questão de escolha pessoal de onde se pretende estar, para se ter a aprendizagem
adequada, ao serviço do Divino.
E ao manter o ciclo natural do nosso Universo, se a escolha para passar para outras
lições, não parece prudente durante o fechamento deste ciclo da Terra, a escolha
aparecerá novamente seja na Terra, ou outro planeta, noutra altura qualquer.
Dito isto, “A Grande Separação” está, de fato, a se intensificar no mundo de hoje,
aproximando raios cósmicos de alta vibração que empurram o “karma” e sombras não
resolvidas à superfície de dentro de cada um de nós.
Dando-nos a oportunidade de curar as nossas perspectivas dualistas de “luz” e “trevas”
em relação a nós mesmos e ao mundo.
E como um cancro no corpo, esta doença mundial continuará a aumentar e a tornar-se
mais intensa até que paremos de fugir das trevas; encaremos, e aprendamos que lição
tem para se revelar.
Pois é uma crença perigosa e errônea entre muitos nos movimentos espirituais de hoje,
que apenas precisamos focar-nos nas coisas positivas, assim que “se nos concentrarmos
na Luz, veremos a Luz, se nos focarmos nas Trevas, veremos as Trevas.”
Mas o que poucos entendem hoje, é que não é NO QUÊ nos focamos, ou não, que
importa, mas antes o PORQUÊ.
E se examinarmos honestamente porque evitamos olhar para o lado sombrio da vida,
a maioria vai achar que é porque estamos em negação, e portanto, com MEDO dele.
E é, de fato, a carga energética do nosso medo que é parcialmente responsável por
manter a escuridão tão viva no nosso mundo, hoje.
Apoiando assim a frase que “É sempre mais escuro antes do amanhecer”, veremos que a
vida na Terra é, e continuará a se tornar mais difícil nos meses e anos próximos da
Mudança; como a escuridão, que foi ignorada, ou negada, por tanto tempo emerge com
uma força que exige o nosso reconhecimento e reconciliação.
Um dos equívocos mais comuns que tem sido tecido na própria fábrica de nossa
realidade, através das religiões do mundo, governos e da mídia global, é a crença em
uma épica batalha final entre as forças do “bem” e “mal”, conhecido por muitos como
“Armageddon”. (ou Apocalipse)
Em todo o planeta um total de quase três bilhões de Cristãos, Muçulmanos e Judeus,
aguardam o retorno do Messias profetizado, ou Madhi, cujo se acredita que levará os
“justos” em uma batalha contra as forças do “mal”, que se acredita será liderado pelo
“Anti-Cristo”.
Embora seja possível que haja um conflito épico global, com o aumento das tensões no
cenário mundial e as pessoas alinhando-se atrás de seus governos e os seus deuses, o
que a maioria das pessoas não entende é que o verdadeiro Armageddon é uma ‘batalha’
que só pode ser vencida dentro de cada um de nós e não em um campo de batalha.
Pois um dos maiores segredos do nosso tempo é que o Anti-Cristo não é uma única
pessoa do “mal”, mas é a consciência dualística e dividida que nos separa uns dos outros
e da Divindade.
E é continuamente olhando para o mundo exterior por um inimigo ou ameaça, ao invés
de olhar para dentro de nós mesmos, que a humanidade é impedida de ver, e, portanto,
de curar o verdadeiro perigo de sua ignorância e da dualidade; e, assim, o ciclo de
sofrimento e separação existentes é perpetuado.
Esta vitória interna será alcançada por aqueles que através de uma atitude altruísta e um
anseio muito humilde para a Verdade na qual não há separação, abrirem seus corações
para a Vida Una em Tudo, e então abdicarem da sua vontade pessoal e do desejo de
mudar o mundo, para que eles possam entregar-se para o serviço humilde da Vontade
Divina.
E é por esta razão que as práticas espirituais autênticas como o Budismo, Taoísmo,
Yoga, e certas tradições nativas espirituais, ensinam-nos a estar conscientes e
equânimes, com a forma como as coisas são.
E assim, enquanto os dramáticos, porém divinamente orquestrados eventos do mundo se
elevam, o evento profetizado de ‘O Retorno’ fará com que as realidades das duas
perspectivas contrastantes do mundo se separarem assim que soar que a hora chegou,
para a humanidade fazer sua escolha.
“-Estou pronto para o próximo passo na evolução da humanidade.”
“-E agora temos de buscar nos unir com os outros.”
“-Chegou a hora de viver um para o outro.”
O Retorno.
Desde que a humanidade adquiriu o conhecimento do “bem” e “mal”, todas as coisas
nascidas neste mundo dual foram obrigadas a se adaptarem às leis ilusórias que dividem
tempo e espaço; leis de isolamento e oposição, perpetuando o contínuo ciclo de
nascimento, morte e sofrimento.
Essas leis, que são expressões da dualidade, ou a consciência “anticrística”, são o maior
obstáculo para a jornada de libertação da humanidade.
Embora a busca espiritual seja recebida com pouco sucesso no mundo de hoje, por
causa da extrema dificuldade em alcançar a integração em um campo vibracional que é
tão psiquicamente poluído quanto o da Terra, durante o curso rotativo dos ciclos
cósmicos, surgem períodos de grandes energias redentoras retornando à Terra, que
permitem que o processo de integração avance com mais facilidade e rapidez.
No mundo todo, existem culturas antigas e detentores de sabedoria cujos textos e
ensinamentos revelam o conhecimento de tais períodos terem acontecido no passado,
alguns até mesmo portam profecias contando o retorno iminente dessas forças da
salvação.
No entanto, aqui, é essencial compreender que este Redentor que está Retornando não é
uma personalidade física e majestosa residente em algum lugar fora do denso mundo
material, mas é essencialmente uma Consciência Divina Unificadora impessoal,
manifestando-se como Luz, Amor e Sabedoria num campo de raios cósmicos
provenientes do centro da nossa galáxia.
Assim, o retorno, na verdade refere-se à reentrada cíclica da Terra nesse maior campo
de vibração no qual estamos ungidos por sua influência e luz divina.
E é por causa desta divina “unção” que o retorno é amplamente referido como o retorno
de Cristo, que vem da palavra grega ‘Kristos’ que significa ‘o ungido’.
Assim, podemos ver que a Consciência Crística não está disponível exclusivamente
para Jesus, mas está disponível a todos os seres humanos que experimentam uma
realidade imutável e infinita, que está dentro de cada um de nós.
Dito isto, aqueles que por medo se apegam à idéia de Jesus “o Homem”, como um meio
para a salvação pessoal, estará, assim, a vincular-se ao velho mundo dualista pela
qualidade de seu próprio pensamento e desejo.
Enquanto aqueles que olham para dentro, a uma perspectiva de unificação da
Consciência Crística, encontrará o caminho que conduz à libertação.
Das muitas culturas antigas e guardiões da sabedoria que falam da Luz da
Transformação voltando, uma que está se tornando cada vez mais vocal e presente no
mundo de hoje é a dos Maias.
Por anos a mídia popular tem erroneamente insinuado que a data Maia de 21 de
dezembro de 2012 prevê o fim do mundo.
Esta afirmação foi baseada no fato de que nesse dia vamos ver a conclusão convergente
de nove dos 24 calendários Maias, incluindo o que os anciãos chamam “um retorno ao
início” do ano 5200, no calendário de longa contagem, e a conclusão de um grande ciclo
de vinte seis mil anos.
Dizer que estas conclusões significam o fim do mundo, seria tão errôneo quanto
proclamar desgraça a cada Ano Novo.
Pois estas são enormes rodas de tempo que por sua vez, e como o nosso calendário
atual, quando o seu ciclo de 12 meses está concluído, ele simplesmente começa de
novo.
Assim, a conclusão do calendário de longa contagem é um evento único, e que trará
com ele, não o fim do mundo, mas o nascimento de uma nova realidade.
E é através da compreensão adequada dos eventos cósmicos que acompanham a
realização destes grandes ciclos, que nos será dada a oportunidade de transcender este
mundo de dualidade, e renascer numa nova experiência de Consciência Unificada e
reintegrar-se com o Divino.
O calendário de longa contagem é baseado em um ciclo de 26 mil anos conhecido como
a precessão do Equinócio.
Este ciclo mede o tempo que leva para a nossa Terra, que gira em ângulo como um pião,
para inteirar uma rotação completa de sua oscilação.
E é esta oscilação que faz com que nossa visão das constelações mude em um grau a
cada 26 mil anos, criando o que são conhecidas como as eras astrológicas.
Assim, como resultado desta mudança gradual do nosso céu noturno, o evento que
testemunharemos no fim do calendário de longa contagem em 21 de dezembro de 2012
é que, quando o Sol nasce no horizonte oriental ele parecerá ter se mudado para o centro
do nosso plano galáctico.
Embora aproximações deste alinhamento tenham ocorrido uma vez por ano desde 1980
com um alinhamento exato em 1998, 2012 marcará a primeira vez em 26 mil anos que o
Sol irá aparecer ao toque da conhecida “Fenda Negra”, que serpenteia ao longo do
equador galáctico.
A Fenda Negra é uma série de sobreposições, sobre nuvens de poeira molecular nãoluminosas,
que aparecem como uma faixa escura que divide longitudinalmente a faixa
brilhante da Via Láctea.
De acordo com a Cosmologia Maia, a Grande Fenda com a qual o Sol se alinhará, em
21 de dezembro de 2012, e que leva aproximadamente 20 anos para atravessar, é uma
área exclusiva do nosso céu noturno, que os Maias acreditam ser responsável por trazer
o renascimento espiritual.
Como resultado deste alinhamento extraordinário, o Sol e o plano da eclíptica
apareceriam, então, pela primeira vez em 26 mil anos, para cruzar entre a Fenda Negra e
uma área do Plano Galáctico, conhecida como a “Árvore Sagrada Maia”.
Esta ‘Cruz Cósmica’ traçada no céu é considerada a encarnar a sagrada ‘Árvore da Vida’
e é conhecida por todas as tradições espirituais do mundo.
Este retorno sincronizado da Árvore da Vida no momento em que o Sol se alinha com a
Fenda Negra marca “o retorno até o início” do Calendário de Longa Contagem e o
nascimento de uma nova humanidade.
Os Maias acreditam que por volta de 21 de dezembro de 2012 nosso Sol, que atua como
uma lente que traduz os raios do cosmos e depois os irradia para os planetas em nosso
sistema, irá se alinhar com um portal sagrado escondido na escuridão da Grande Fenda.
No momento do alinhamento, o nosso Sol vai irradiar raios de ultra alta freqüência da
Fenda para a Terra de modo que marca o regresso profetizado da Unção da Luz, e o tão
aguardado Dia da Libertação.
Libertação.
Enquanto “A Aceleração” se intensificar durante a iminente aproximação do Dia do
Retorno, a situação global vai se tornar cada vez mais intensa enquanto as forças das
trevas lutam em sua última tentativa para manter um mundo de dualidade.
Este é um acontecimento típico no final de cada ciclo de mundo, e que necessariamente
precede o retorno à Unção da luz na Terra.
O objetivo de tal “intensidade oportuna” é oferecer à humanidade os desafios e
provações necessárias que permitirão purificar-nos, refletindo sobre as escolhas que
fizemos em nossas vidas e durante esses tempos de grande mudança.
Pois neste período de purificação, o espelho da Verdade será segurado para que todos
vejam, finalmente, o que nos tornamos, e que mestre temos realmente servido.
E quando a humanidade ficar sem nenhuma outra escolha além de enfrentar a Verdade e
a nós mesmos com honestidade absoluta, a olhar, ver e chorar em verdadeiro
arrependimento, então o Amor vai abrir nossos corações e revelar-nos o caminho da
verdadeira devoção e santidade.
É assim, através da entrega humilde, que a cada pessoa é dada a oportunidade de
acelerar seu crescimento espiritual e, simultaneamente, de transição para uma nova era
brilhante.
Durante o tempo de crescente intensidade antes do Retorno, as pessoas buscarão a
libertação dos problemas do mundo, e vão ouvir duas vozes chamando-as para a
salvação.
Embora as vozes possam soar familiares e usar as mesmas palavras de Unidade,
Verdade e Serviço, alguém vai oferecer uma forma de “salvação” e irá se endereçar aos
SINTOMAS imediatos de sofrimento da humanidade, junto com promessas para
preservar um grau de conforto e segurança dentro de um sistema familiar, onde as
pessoas são divididas pelas perspectivas do velho mundo de ‘bem’ e de ‘mal’, de ‘ricos’ e
‘pobres’, ‘fortes’ e ‘fracos’.
Esta voz vai falar com os medos das pessoas e aos seus desejos para proteger e
preservar o Ego.
E a outra voz, que provavelmente será muito mais silenciosa e vindo de dentro, vai
oferecer a salvação da humanidade a partir da FONTE de seu sofrimento.
Isto fará um aceno gentil para todos aqueles que estão dispostos a entregar os seus
conceitos de si e do mundo.
Vamos ser convidados a abandonar as nossas crenças do que é certo e errado, possível
ou não, e, assim, libertar-nos de todo “conhecimento”, juntamente com todos os desejos
e ambições, para que possamos nos tornar copos vazios e aptos a receber a graça e a luz
da Verdade.
E esta voz, ao invés de falar com os nossos medos, vai falar com a nossa coragem,
convidando a todos com o amor e sabedoria, para ver que o caminho familiar de medo e
de auto-atendimento, leva a dar um passo corajoso ao caminho não trilhado da autoentrega,
a uma realidade desconhecida, aonde tudo, através do seu processo de
purificação e de Luz Divina, chegará a uma consciência perpétua de sua Unidade com o
TODO.
E assim, dentro desta nova realidade, com suas leis e perspectivas ajustadas, a busca da
Verdade irá continuar.
Então, como poderia O Retorno afetar a nossa realidade e permitir a libertação da
humanidade?
Mais uma vez, como seres não iluminados, é impossível para nós sabermos exatamente
como, o quê ou quando as coisas vão se desenrolar nos próximos meses e anos, antes do
Retorno.
No entanto, agradecemos humildemente ao trabalho dedicado de outros pesquisadores e
sábios que nos ajudaram a dar um exemplo educativo de quais tipos de eventos
PODERIAM ocorrer, levando a um evento de libertação da humanidade.
Como mencionado anteriormente, “é sempre mais escuro antes do amanhecer”, e assim,
podemos ver e esperar, eventos cada vez mais intensos na Terra, enquanto nosso planeta
se move das regiões exteriores do Campo Crístico Vibracional Superior, à plena luz do
seu núcleo interior.
Enquanto nosso planeta continua a sua jornada, as vibrações mais elevadas são
derramadas no campo de energia sutil do nosso planeta, ocasionando o curso, de
vibrações enraizadas de velhos delírios e egoísmos bloqueados, a serem expostos e
limpos.
Assim, todas as ansiedades, medos e obsessões de si mesmos que obscurecem a luz do
espírito, voltarão necessariamente à tona em nossas vidas e personalidades de hoje, e à
medida que avançamos em direção à luz plena e vibrações mais elevadas do Campo
Crístico interno, os efeitos das trevas na superfície, serão vividos por um número maior
e com intensidade crescente, elevando as tensões psíquicas em todo o planeta.
Embora para humanidade isto possa parecer como um pesadelo, na verdade, as forças
das trevas sentindo o final de seu governo, tentarão implementar suas últimas tentativas
desesperadas de reforçar a preocupação da humanidade para o Ego, e assim, sua
dependência com o mundo da dualidade.
E estes serão tempos muito difíceis; no qual muitas pesquisas inteligentes que vamos
publicar no nosso site mostram a possibilidade de um colapso financeiro global, uma
falsa pandemia viral, e a declaração da lei marcial.
Há também uma forte evidência de que veremos o início da Terceira Guerra Mundial,
que aparentemente será vendida para o mundo como uma Guerra Santa.
Os preços da gasolina vão subir, e comida e remédios estarão extremamente escassos.
E assim, com nossos sonhos, ambições e nossas próprias vidas sob a ameaça de uma
potencial extinção, seremos coagidos a fazer uma escolha, tal como:
Você concordaria em receber um implante de um micro chip que permitirá seus
movimentos e identidade serem rastreados, em troca de comida, dinheiro, remédios, e o
direito de continuar trabalhando para o nosso atual sistema de governo e autoridade?
Ou será que você se levantaria e se oporia ao “sistema” que você acredita ser o
responsável para o estado em que o mundo se encontra?
Ou, você vai humildemente reconhecer o papel que têm desempenhado em fazer deste
mundo o que é, e procurar novos caminhos?
Embora para quem não pesquise, as possibilidades aqui apresentadas podem parecer
sensacionalistas e hollywoodianas, há indícios de que o enredo vai ficar ainda mais
incomum.
Algumas pesquisas indicam ainda que o drama que está sendo projetado na Terra será
levado ao seu extremo dualista, quando em meio a toda a guerra, morte, pestes e fome,
as forças da escuridão darão lugar a uma falsa segunda vinda de uma figura de Cristo.
Este evento é referido na Bíblia como o “Falso Êxtase”, que exibirá grandes sinais e
prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos.
É considerada por alguns que esta “Segunda Vinda”, possa parecer com a versão da
Bíblia da queda da Babilônia como retratado no livro do Apocalipse, enquanto outros
acreditam que possa ser encenada a chegada de uma raça alienígena ‘benevolente’, com
a qual as ligações com os governos que formam o nosso mundo, líderes populares
espirituais e estrelas de cinemas, iriam realizar milagres e promessas tenras para aliviar
o sofrimento da humanidade tomando “os eleitos” ou “aqueles que foram escolhidos”
em segurança, assim, “salvando” os da escuridão do ‘mal’ do mundo.
Todos aqueles que escolherem, com medo, a deixar a Terra, e evitar enfrentar a
escuridão e reconciliar a dualidade neles, terão perdido a oportunidade de Libertar-se,
que virá no momento do Verdadeiro Retorno do Bem-aventurado.
Novamente, é impossível para nós sabermos como será o momento do Retorno,
respeitando o poder da história e da imaginação como um meio pelo qual podemos
controlar o desconhecido, nós oferecemos o seguinte, com a intenção de incentivar as
pessoas a esvaziar seu copo, o que “acreditam” ser verdade, para permitir o fluxo de
novas Revelações.
Dito isto, é amplamente aceito tanto na esfera da ciência e da espiritualidade que o
corpo humano composto principalmente de água é um condutor de som, luz e
informação. Todas essas impressões viajam através do nosso corpo como vibrações.
Consciente disto, agora podemos imaginar que, quando as vibrações mais elevadas da
Consciência de Cristo passam por nós, fazem nossos corpos ressoarem com a
freqüência.
Assim, enquanto as nossas vibrações se elevam e combinam com níveis de freqüência
de Raios Cósmicos nunca antes experimentados, seremos capazes de perceber níveis
mais elevados do espectro eletromagnético e neste momento, seremos capazes de
perceber todos os sons, imagens, e entidades que existem dentro do nível de freqüência
que acabamos de alcançar.
Vibrando neste nível, os espíritos dos mortos podem ser vistos e ouvidos, levantando-se
para atender a aurora que vem, enquanto a humanidade expande seus sentidos e
consciência para receber o quinto elemento esquecido do Éter, que conecta todos nós.
Novamente, é possível que nós percebamos os universos paralelos de planos astrais e
partilhar encontros com seres míticos, que vão nos assistir, e todo o resto da
humanidade, enquanto nossas freqüências aumentam nos aproximando de uma
experiência coletiva de Unidade.
À medida que atingirmos o pico da freqüência, as vozes dos outros, que começamos a
ouvir nas nossas cabeças, se levantarão em número, e o clímax vai ser o momento em
que ouvirmos todos os pensamentos da criação, e experimentarmos todas as ações,
como se fossem nossas.
Assim também, pode parecer que todos os acontecimentos dessas vidas estão
acontecendo de uma vez, e que todos os lugares, estão no mesmo lugar. Como se pode
imaginar, esta perspectiva ampliada de Unidade pode ser uma experiência bastante
intensa, e para aqueles que optam por manter seus “conhecimentos” do que ‘é’ e ‘não é’
possível, tais eventos ameaçarão destruir suas psiques, assim como todos os sentidos
são ao mesmo tempo sobrecarregados.
Pensamentos de ‘bem” ou ‘mal’, darão origem de seus opostos dualistas, e atrairão
energias semelhantes que ameaçam ainda mais a capacidade do viajante de ficar seguro
e são.
E aqui teremos uma escolha, tanto de se agarrar às margens do rio feroz, e ser jogados
contra as rochas, ou simplesmente ‘soltar’ e render-se ao som e ao fluxo do rio.
Alguns tentarão se esconder dessa experiência. Alguns vão tentar escapar. Alguns irão
acolhê-la. Alguns vão reconhecê-la. E alguns terão entendido que suas vidas
‘terminariam’ assim. Exatamente assim.
Com a Verdade da Unidade – seguida pelo Amor Divino – retornando para o nosso
planeta doente, aqueles que amam a verdade e que são, portanto, consagrados ao serviço
da Verdade, sem compromisso ou auto-preocupação, vão se alegrar com a quebra da
ilusão de separação.
E quando a humanidade finalmente Despertar para sua Unidade com a Terra e TODOS
seres vivos, vamos levantar nossas vozes como Um e nos juntar a eterna canção do
Universo.
Tenham Fé, pois estamos despertando como UM!
Neste Ano, nossa Fé irá demonstrar o nosso amor para o mundo.
Como você pode demonstrar o seu?

Busque a Verdade de si mesmo e do mundo.
Espalhe as verdades do nosso tempo.

Acesse www.AwakeningAsOne.com

e dissemine o link “Revelações” a todos que você
conhece.
Para espalhar a palavra em várias línguas, acesse:

www.AwakeningAsOne.com/translations

Una-se com outros.
Torne-se membro do conector comunitário AAO, uma rede social on-line criada para
facilitar a conectividade crescente e colaboração entre todas as pessoas em nossa rede
de expansão global.

http://www.AwakeningAsOne.com/connector

~~~X~~~

“Você pergunta: ‘-Quando virá o Reino?’
Ele não virá esperando por ele.

Não vai ser uma questão de dizer ‘aqui está’ ou ‘ele está lá.’
Pois, o céu não é um lugar, é um estado de espírito.”

– O bodhisattva Issa

Namastê!

 

 

 

 

 

 

Heiwaki

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s